O músico Yuri da Cunha e a cantora Edmázia Mayembe abrilhataram sábado, em Luanda, o festival Sons do Atlântico, edição 2018, numa noite que consagrou outros nomes sonantes da música angolana e portuguesa.

Em trinta minutos,  Edmázia Mayembe interpretou vários sucessos, com destaque para “ Erro bom”, “Vou dizer que sim” e “Vou assumir, “ que recebeu forte ovação da plateia.

Yuri da Cunha, de modo eletrizante, cantou e encantou a multidão, entoando sucessos conhecidos do público que se rendeu ao seu estilo peculiar.

A noite continuou adentro com a cantora Bruna Tatiana, que interpretou temas tais como “Onde esta lá festa” e o “Sol não brilha aqui“, êxitos que foram muito aplaudidos e relembrados pelos presentes.

Entoando temas pouco conhecidos pelo público, o grupo português de soul e funk HMB também se fez presente, tendo encantado a assistência com fortes sons de sua enérgica bateria e guitarra.

O evento subiu de tom com a entrada do grupo de rap Army Squad que proporcionou aos convidados temas do seu vasto repertório musical.

Os cabo vedianos Johnnny Ramos e Dina Medina também estiveram presentes na Marginal de Luanda, interpretando vários sucessos dos anos 90.

A grande atracção da noite ficou para Dupla de Afro-house Mafikizolo, da África do Sul, que também foi bem aplaudida pelo ritmo e a performance musical que conseguiu quebrar o frio que se fazia sentir com o passar das horas na marginal.

O grupo Elenco da Paz fechou a festa com temas como” Zungueira” , “Lola” e “Arroz e Feijão.