A aposta na produção de vestuário nacional vai contribuir para o desenvolvimento do sector têxtil e micro indústrias de confecção no país.

Esta visão foi manifestada na quinta-feira, em Luanda, pela coordenadora do concurso Moda Luanda, Carina Barbosa, que falava, em conferência de imprensa, na cerimonia apresentação do Moda Luanda 2018.

Esta 21ª edição do concurso, a realizar-se nos dias 30 e 31 deste mês, segundo a coordenadora, será assim um espaço privilegiado para promoção, cada vez mais, do que se concebe em Angola, em termos de vestuário, e dinamizar a indústria têxtil, com profissionalismo, sucesso e reconhecimento público.

Informou que o concurso vai servir igualmente para o lançamento das tendências de várias personalidades da moda.

O Moda Luanda, promovido pela Step Model, vai distinguir os vencedores de várias categorias como de Moda, Música, TV e Cinema.

A votação para o Troféu Moda Luanda 2018 está aberta a partir de hoje, sexta-feira, até ao dia 29 de Março.

O público, em todo o território angolano bem como internacional, poderá votar os que mais se destacaram durante o ano de 2017, através do site oficial do evento www.modaluanda2018.com.

Cerca de 30 manequins femininas, 15 masculinos e uma equipe de trabalho de mais 120 pessoas darão vida a este evento, que ao longo dos últimos 20 anos cresceu e afirmou-se como evento de referência da moda angolana.